coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Bird vê queda de 30% no investimento em emergentes

Segundo instituição, redução colocará em risco empregos, crescimento e desenvolvimento sustentável

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

11 de fevereiro de 2009 | 10h34

O investimento estrangeiro direto em nações em desenvolvimento deve cair 30% este ano para cerca de US$ 400 bilhões, colocando empregos, crescimento e desenvolvimento sustentável em risco, disse Izumi Kobayashi, vice-presidente da Agência de Garantias de Investimento Multilateral, que faz parte do Banco Mundial. Veja também:Entenda o novo plano dos EUA para resgatar bancosDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise Kobayashi afirmou que a queda nos investimentos tornará mais difícil para os países em desenvolvimento obter financiamento para projetos de desenvolvimento. Entretanto, ela disse que existem muitos projetos bons que a agência gostaria de apoiar. "Vemos poucos projetos novos de mineração ou infraestrutura surgindo neste momento", afirmou ela em uma apresentação durante uma conferência de mineração na Cidade do Cabo. "Por outro lado, os cancelamentos dos nossos contratos existentes diminuíram bem." As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Birdinvestimentocrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.