carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

BIS inaugura escritório para atender América Latina

O Banco Internacional de Compensações (BIS), conhecido como o banco central dos bancos centrais, inaugurou neste fim de semana, na Cidade do México, seu escritório para atender os países da América Latina. O objetivo do escritório é promover uma maior aproximação entre o Banco e os países da região para tentar evitar e entender futuras crises financeiras.Para Andrew Crockett, diretor do BIS, a presença do Banco no México é a forma mais eficaz de manter uma colaboração entre as instituições financeiras da América Latina. "A estabilidade monetária e financeira é um assunto de enorme importância na região e que não se deve ignorar", disse ele. O escritório também tem a função de promover a cooperação entre os bancos centrais, desenvolver o intercâmbio de dados e promover reuniões e seminários.A inauguração contou com a presença do presidente do Banco Central brasileiro, Armínio Fraga, e de Alan Greenspan, do Federal Reserve (o BC norte-americano). Outros 50 presidentes de bancos centrais também estiveram presentes à inauguração, entre eles Wim Duisenberg, do Banco Central Europeu, e o argentino Aldo Pignanelli. Ontem, os presidentes dos bancos centrais ainda se reuniram para debater a situação financeira internacional e apontar possíveis direções para os mercados nos próximos meses.O BIS, que tem sede em Basiléia, na Suíça, foi criado em 1930, mas apenas incorporou o Brasil em 1996, diante dos esforços do País de mostrar importantes avanços no que se refere à estabilidade monetária. Atualmente, 48 países fazem parte da instituição. Além do Brasil, apenas o México e a Argentina representam a América Latina no BIS.

Agencia Estado,

11 de novembro de 2002 | 15h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.