Biscoitos e feijão têm aumento de irregularidades, diz Ipem

Os biscoitos e o feijão estão entre os itens com maiores índices de irregularidades metrológicas no balanço de 2006, com 3,9% e 2,3% respectivamente. A informação é do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem), órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania.Apesar do destaque que os biscoitos e o feijão ganharam nas últimas quinzenas do ano, no ranking dos erros quantitativos prejudiciais ao bolso do consumidor, o papel higiênico, que passou a fazer parte dos itens de cesta básica desde novembro, ainda carrega um índice bem alto, de 24,5%, seguido pelo gás de cozinha, com 20,7%.Biscoitos Os laboratórios do Ipem em Ribeirão Preto, Bauru, Campinas e São José do Rio Preto reprovaram várias marcas. As principais irregularidades foram encontradas nos biscoitos sabor chocolate com recheio de chocolate branco ?Elbi?s?, pacotes de 60g, fabricados pela Cipa Industrial de Produtos Alimentares Ltda, biscoitos doces ?Mabel?, fabricados pela mesma empresa, biscoitos waffer de brigadeiro ?Bauducco? de 165g, da Pandurata Alim. Ltda, e nos biscoitos de leite ?Dunga? de 200g, da empresa Dunga Produtos Alimentícios Ltda. A principal irregularidade é com relação ao peso dos produtos, abaixo do indicado na embalagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.