Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Black&Decker corta vagas nos EUA e pode abrir no México e Brasil

A norte-americana do setor de ferramentas Black & Decker Corp. anunciou que fechará sua fábrica de Easton, Maryland, eliminando 1.300 postos de trabalho. Boa parte das vagas que existiam em Maryland será transferida para o México, sendo que outras serão realocadas para o Brasil e Fayetteville, na Carolina do Norte. As demissões poderão ocorrer no início de janeiro de 2003. A fábrica produz as ferramentas DeWalt e vem operando desde 1974. A empresa emprega cerca de 1.150 pessoas em sua sede em Towson, Maryland, e aproximadamente 250 funcionários em sua fábrica de Hampstead. Aproximadamente metade dos 23.000 trabalhadores da companhia no mundo todo encontra-se nos EUA. Em janeiro, a Black & Decker havia anunciado que gastaria US$ 190 milhões para reestruturar e transferir unidades de fabricação de custo mais elevado nos EUA e Reino Unido para unidades de custo mais baixo no México, China e República Tcheca, e anun ciou planos de cortar 2.400 empregos. A companhia informou que uma vez concluída a reestruturação, provavelmente em 2004, a Black & Decker economizará mais de US$ 100 milhões por ano. A companhia disse que assumirá um encargo neste trimestre, porém não informou o valor. As informações são da agência Dow Jones.

Agencia Estado,

20 de novembro de 2002 | 09h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.