finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BNDES ainda não recebeu consulta sobre fusão Varig-TAM

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Lessa, informou hoje que o banco ainda não recebeu a carta-consulta para financiamento para a nova empresa que será formada da fusão Varig-TAM. "Não chegou nas nossas mãos. Mas esperamos que na segunda-feira ou terça-feira da semana que vem estaremos recebendo, segundo nos foi informado", disse o executivo. Lessa rebateu os comentários recentemente noticiados pela Varig, de que a empresa não teria condições financeiras de operar até a fusão efetiva com a TAM. "A Varig está dizendo que não tem condições de operar há oito meses e mesmo assim continua operando", disse. Entretanto, ele observou que para uma companhia aérea saudável seria necessário que a nova empresa tivesse capital de giro para se sustentar durante três meses sem outros recursos externos. O presidente do banco não informou de quanto seria o aporte do BNDES na nova empresa aérea. Ele explicou que o banco já tem preparada uma comissão técnica de cerca de seis pessoas pronta para avaliar a carta-consulta assim que ela vier. Junto com a carta-consulta deverá ser enviado ao BNDES documentação jurídico-financeira das duas empresas aéreas, segundo Lessa. Ele participou de evento hoje no BNDES para assinatura de financiamento para inovação tecnológica de pequenas empresas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.