BNDES amplia alcance da linha Finame

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) estendeu às grandes empresas a possibilidade de financiar, pela linha Finame, até 100% da compra de ônibus, caminhões e partes,como chassis e carrocerias. Há cerca de dois anos, o financiamento total só era permitido a autônomos e pequenas e médias empresas. Para as grandes, o crédito era limitado a 80% do valor do bem. Também será possível financiar 100% de carros-fortes, reboques e equipamentos adaptáveis a chassis, como plataformas, guindastes, betoneiras e compactadores de lixo. Segundo o Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários (Simefre), o aumento do crédito tem o apoio de diversas entidades, como a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus (Fabus) e Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Desde o agravamento da crise internacional, em setembro do ano passado, o BNDES já tomou diversas medidas no sentido de facilitar o crédito. Entre elas, passou a financiar capital de giro temporariamente e a conceder empréstimo-ponte para a área de infraestrutura. Também criou uma linha especial para a apoiar a exportação. Em decorrência da grande demanda, a instituição tem recebido apoio e recursos do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.