Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

BNDES amplia prazo e limite de financiamento de crédito para caminhoneiros

O prazo de financiamento foi alterado para até 60 meses, incluindo até 12 meses de carência

Tânia Rabello, O Estado de S.Paulo

13 de agosto de 2019 | 18h44

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ampliou o prazo total e o limite de financiamento do Programa BNDES Crédito Caminhoneiro, que tem por objetivo apoiar gastos de manutenção e conservação de caminhões que prestem serviço de frete. As alterações constam na Circular SUP/Adig nº 40/2019-BNDES e valem a partir de hoje.

Assim, o prazo de financiamento foi alterado para até 60 meses, incluindo até 12 meses de carência (com no mínimo 3 meses). Já o limite de financiamento por transportador autônomo de cargas subiu para R$ 100 mil.

Além disso, o banco de fomento estabeleceu o teto de R$ 20 milhões como limite por operação, o que "só se aplica no caso de operação com as Beneficiárias Finais" - ou seja, transportadores autônomos de carga residentes e domiciliados no País, inscritos no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC), e cooperativas de transporte rodoviários de cargas inscritas no RTNRC.

Os itens financiáveis no Programa BNDES Crédito Caminhoneiro são seguro do bem, gastos com manutenção e serviços gerais de oficina, aquisição de autopeças e aquisição de pneus.

Em relação à taxa de juros, será composta por 1,45% ao ano de remuneração do BNDES, mais a taxa cobrada pelo banco credenciado (a ser negociada com o contratante) e o custo financeiro - taxa de longo prazo (TLP), taxa Selic ou taxa fixa BNDES (TFB).

A circular do BNDES define, ainda, que poderão ser atendidos os pedidos de financiamento protocolados no banco de fomento até as 20h de 26/5/2020, inclusive para reapresentação de operações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.