Paulo Vitor/Estadão
Paulo Vitor/Estadão

BNDES antecipará cronograma de pagamentos de R$100 bi ao Tesouro, diz Temer

Pelo Twitter, presidente afirmou que com pagamento o governo fecha as contas de 2018 e garante o cumprimento da 'regra de ouro' neste ano

Reuters

09 Maio 2018 | 18h05

BRASÍLIA - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) antecipará o cronograma de pagamentos dos 100 bilhões de reais ao Tesouro Nacional neste ano, afirmou o presidente Michel Temer em sua conta no Twitter.

+ Pagamentos ao Tesouro ocorrerão no máximo até agosto, diz BNDES

O BNDES já havia se comprometido a arcar com o pagamento desta quantia em 2018, compromisso que foi reforçado pelo novo presidente do banco, Dyogo Oliveira, ao assumir o cargo.

O governo havia pedido a devolução de 130 bilhões de reais ao BNDES este ano para pagamento de dívida pública, o que ajudará no cumprimento da regra de ouro, que impede a emissão de dívida para o pagamento de despesas correntes.

Deste total, 30 bilhões de reais já haviam sido pagos em março. À época, o BNDES indicou que arcaria com a devolução dos 100 bilhões de reais restantes no início do segundo semestre.

No Twitter, Temer afirmou que com esse segundo pagamento o governo fecha as contas de 2018 e garante o cumprimento da regra de ouro neste ano.

No entanto, o Tesouro Nacional informou que na verdade o buraco para o cumprimento da regra de ouro este ano é de 203,4 bilhões de reais e que, para cobri-lo, precisará de outras fontes além dessa nova antecipação de recursos pelo BNDES.

Uma delas é o uso de recursos do Fundo Soberano que estão na conta única da União, iniciativa que depende de aprovação do Congresso Nacional, mas que ainda não foi enviada oficialmente para os parlamentares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.