Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

BNDES anuncia redução em juro para linhas de curto prazo

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, anunciou nesta quinta-feira um corte nos juros nas linhas de curto-prazo do banco.

REUTERS

14 de maio de 2009 | 20h28

A redução dos juros atinge linhas de capital de giro, pré-embarque e empréstimos-ponte.

O capital de giro foi reduzido em 4,25 pontos percentuais, passando de 14,5 por cento para 10,25 por cento.

Segundo Coutinho, essa modalidade de financiamento chegava a custar até 18 por cento ao tomador quando incluído o spread do agente repassador do recurso.

A redução da linha de empréstimos-ponte passou de 12,7 por cento ao ano para 7,25 por cento a 8,25 por cento ao ano.

Nas operações de pré-embarque a taxa que ocilava entre 10,55 por cento e 11,55 por cento ao ano e passou para de 8,55 por cento a 9,05 por cento ao ano mais spread de risco da operação.

De acordo com Coutinho, essa redução nos juros do banco ocorreram depois que o Tesouro Nacional reduziu o custo da injeção de capital feita no banco, no valor de 100 bilhões de reais.

O custo deste capital repassado do Tesouro ao BNDES encolheu de 8,75 por cento ao ano para 7,25 por cento ao ano.

"Quando recebemos estes 6 bilhões do Tesouro, a Selic estava em 13,75 por cento. De lá prá cá, ela baixou para 10,25 por cento. Ou seja, a Selic caiu, o custo do Tesouro caiu e os nossos juros também caíram", disse Coutinho aos ressaltar que a redução dos custos do Tesouro foi determinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva através de medida provisória.

Coutinho espera que a redução dos juros do BNDES forcem uma redução dos spreads praticados pelos bancos privados.

"Nosso objetivo é estimular a queda dos spreads e não o confronto com os bancos privados", disse Coutinho.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBNDESJUROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.