BNDES aprova financiamento de R$ 325,4 mi ao Pão de Açúcar

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou ter aprovado financiamento de R$ 325,4 milhões à a Companhia Brasileira de Distribuição (CBD), controlada pelo Grupo Pão de Açúcar. Segundo o banco estatal, o financiamento será utilizado na expansão e reforma de unidades da CBD em vários Estados do País. Com a expansão, serão criados 5.040 empregos diretos e 10 mil indiretos. O projeto prevê também a realização de ações sociais em várias comunidades em que a empresa atua. O financiamento do Banco equivale a 49% dos investimentos totais do projeto de expansão da empresa, que totalizarão R$ 663,7 milhões. A CBD tem 489 lojas distribuídas por 12 Estados e mais dez centros de distribuição espalhados pelo País. Em comunicado oficial, o BNDES informa que os investimentos viabilizarão a abertura de 31 novas lojas, em seis Estados (SP, DF, MG, GO, PB e PR) e a reforma de 101 estabelecimentos que já funcionam em oito Estados (SP, RJ, PB, DF, CE, PI, BA e MS), promovendo mudanças em layout, fachadas e pisos, redimensionamento da área de vendas e modernização de equipamentos. A CBD atua no setor varejista de comércio por meio das bandeiras Extra (hipermercados), Pão de Açúcar (supermercados de bairro), Barateiro (supermercados populares) e Eletro (eletro-eletrônicos). Na avaliação do banco estatal, o atual projeto de expansão de suas atividades tem "um forte potencial de geração de postos de trabalho para pessoas ainda fora do mercado formal, o que vai ao encontro dos objetivos do programa Primeiro Emprego do governo federal". O BNDES também destacou em nota a participação da CBD em vários projetos sociais do governo, bem como seu apoio ao programa Fome Zero.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.