BNDES aprova financiamento de R$ 4,4 bilhões para a Oi

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou hoje, em comunicado, a aprovação de um financiamento de R$ 4,4 bilhões para o Grupo Oi. De acordo com informe do banco, os recursos serão usados nos planos de investimento das quatro empresas do grupo relativos ao período de 2009 a 2011: Brasil Telecom (BrT) Fixa, Brasil Telecom Móvel, Oi Fixa e Oi Móvel.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

18 de novembro de 2009 | 11h27

Ainda de acordo com o banco, o grupo de telecomunicações investirá R$ 12,3 bilhões até 2011 na ampliação da base de clientes, por meio de expansão e melhoria da qualidade da rede e intensificação do uso. Isso se dará principalmente a partir da convergência dos serviços prestados e do atendimento às obrigações das concessionárias, definidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com dados coletados pelo BNDES, as principais metas das concessionárias de telefonia fixa (BRT Fixa e Oi Fixa) são a implantação de infraestrutura da rede para conexão em banda larga em mais de 3.000 municípios, até 2010, e a instalação da conexão de banda larga em cerca de 28.000 escolas públicas urbanas do País. O BNDES informou ainda que as empresas investirão na ampliação da convergência entre suas redes e na melhoria dos serviços integrados de TV por assinatura, telefonia fixa, móvel e banda larga.

O banco apurou que parte dos recursos será destinada à expansão de capacidade da rede, a partir da entrada da Oi Móvel em São Paulo, ao aumento da base de clientes de dados e banda larga e à modernização. O BNDES encerrara o comunicado informando que, nos últimos 11 anos, aprovou financiamentos de R$ 29,4 bilhões para empresas de telecomunicações.

Tudo o que sabemos sobre:
financiamentoBNDESOi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.