BNDES aprova financiamento para a Lumitrans

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou, em comunicado, a aprovação de financiamento de R$ 48,5 milhões para a companhia transmissora de energia elétrica Lumitrans. De acordo com informações apuradas pelo banco, os recursos serão usados para adequação das subestações de Machadinho, no Rio Grande do Sul, e de Campos Novos, em Santa Catarina, além da construção de uma linha de transmissão em 525 quilovolts (kV), com extensão de 51 quilômetros, interligando as duas subestações.O BNDES esclareceu ainda que, o financiamento será repassado por um consórcio de bancos, por se tratar de operação indireta, liderado pelo Unibanco e que inclui o Itaú BBA e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). "O financiamento do BNDES equivale a 53,7% do investimento total, de R$ 90,4 milhões", detalhou a instituição, em comunicado.No comunicado, o banco informou que a Lumitrans é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), constituída para implantação e operação da linha de transmissão de energia ligando os municípios de Machadinho e Campos Novos. "A empresa obteve a concessão ao vencer o leilão de 2003, promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e a linha de transmissão entrou em operação em setembro. O BNDES aguardou a conclusão de mudanças no controle acionário da empresa para aprovar o financiamento", esclareceu o BNDES.De acordo com o comunicado, desde 2003 o BNDES já aprovou 27 operações para projetos de transmissão, incluindo o da STC, que somam 9,3 mil quilômetros. "Os financiamentos somaram R$ 5,6 bilhões, que possibilitaram investimentos totais de R$ 9,3 bilhões", detalhou o banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.