BNDES aprova financiamento para hidrelétrica em Goiás

O BNDES informou, em comunicado, a aprovação de financiamento de R$ 150,3 milhões para a empresa Geração CIII, que utilizará os recursos para a implantação da Usina Hidrelétrica Corumbá III, no Rio Corumbá, no município de Luiziânia (GO). As obras fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). De acordo com o BNDES, o investimento total do empreendimento é de R$ 222,7 milhões.Segundo cálculos do BNDES, serão gerados cerca de mil empregos diretos nas obras civis e na montagem de equipamentos na primeira fase do projeto. "Ao término da construção, a usina contará com cerca de 30 empregados envolvidos na sua operação e manutenção", diz o comunicado.O início da operação comercial da hidrelétrica está previsto para dezembro de 2008. De acordo com o BNDES, a produção se dará através de duas unidades geradoras, totalizando uma capacidade instalada de 93,6 MW, além de um sistema de transmissão com 100 km de extensão. O BNDES informa ainda que a comercialização da energia da UHE Corumbá III (50,9 MW médios) é "garantida por meio do Contrato de Compra e Venda de Energia (CCVE) firmado entre a Energética Corumbá III e CEB Distribuição, em novembro de 2002, ao preço de R$ 146,49/MWh (a preços de janeiro de 2008), corrigido pelo IGPM até a entrada em operação comercial, e reajustado anualmente pela variação do IGP-M após a entrada em operação", de acordo com o comunicado do banco de fomento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.