BNDES aprova R$ 800 milhões para o metrô de SP

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou na tarde desta sexta-feira, 16, financiamento de R$ 800 milhões para o governo do Estado de São Paulo que serão investidos na construção da Linha 15 - Prata do metrô, informou o secretário estadual da Fazenda, Andrea Calabi. A liberação ocorreu em reunião no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, e contou com a presença do governador, Geraldo Alckmin, e do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, além de Calabi.

GUILHERME WALTENBERG, Agencia Estado

16 de agosto de 2013 | 21h46

A linha 15 liga a Vila Prudente à Cidade Tiradentes em monotrilho. De acordo com Calabi, as obras já estão em curso e esse financiamento irá acelerar o ritmo de expansão delas. "Esse financiamento permite uma expansão do ritmo de atividade, mas (a obra) já está em execução. Já tem obras de 11 estações, entre São Lucas e a Jacu Pêssego. A previsão é de termos duas estações (prontas) em janeiro de 2014, e do Oratório até São Mateus em dezembro de 2014 e a conclusão até dezembro de 2016", explicou Calabi na saída da reunião.

De acordo com o secretário, o BNDES deu um total de R$ 922 milhões para essa linha do metrô. "E R$ 800 milhões acabaram de ser aprovados pela Secretaria do Tesouro Nacional em julho deste ano", detalhou.

Tudo o que sabemos sobre:
MetrôBNDESSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.