'BNDES chinês' vai financiar exploração no pré-sal

A negociação para a concessão de empréstimo de US$ 10 bilhões da China para a Petrobras deverá ter um capítulo decisivo amanhã, com a chegada ao Brasil do vice-presidente Xi Jinping, que trará em sua comitiva o representante do China Development Bank (CDB), a instituição financeira dona do dinheiro do provável financiamento. O embaixador da China no Brasil, Chen Duqing, disse que o acordo entre a estatal e o CDB poderá constar de um dos memorandos de entendimento que serão assinados entre os dois países durante a visita de Jinping. Mas caso o negócio seja realmente aprovado - como tudo leva a crer - os detalhes finais só serão anunciados durante a visita que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará a Pequim em maio.A Petrobras e o banco chinês negociam a concessão do empréstimo desde novembro do ano passado. O principal objetivo da linha de crédito é financiar a exploração das reservas de petróleo na camada pré-sal, localizada abaixo do leito marinho, na Bacia de Santos. As principais divergências entre as partes dizem respeito às taxas de juros que incidirão sobre o financiamento. Segundo maior consumidor de energia do mundo, o país asiático receberia o pagamento por meio da entrega de petróleo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Agencia Estado

18 de fevereiro de 2009 | 07h37

Tudo o que sabemos sobre:
petróleopré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.