Nacho Doce/Reuters
Nacho Doce/Reuters

BNDES confirma leilão de distribuidoras da Eletrobrás nesta quinta-feira

Com a notícia, as ações da Eletrobrás tiveram forte alta nesta quarta-feira e lideraram as altas do Ibovespa

Luciana Collet, O Estado de S.Paulo

29 Agosto 2018 | 18h46

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou a realização da sessão pública do leilão das distribuidoras da Eletrobrás Eletroacre, Ceron e Boa Vista, nesta quinta-feira, 3o, às 15h, na B3, em São Paulo. Na ocasião, serão abertas as propostas econômicas pelos três ativos, apresentadas pelos proponentes na última segunda-feira. Com a notícia, as ações preferenciais da companhia tiveram alta expressiva de 8,86% no pregão desta quarta-feira, 29.

A confirmação foi feita após a Comissão de Licitação analisar e aprovar os documentos apresentados relativos às declarações, documentos de representação e garantias de propostas (Volume 1), de acordo com documento divulgado nesta quarta-feira, 29.

Conforme apurou o Broadcast, pelo menos dois grupos apresentaram propostas pelas distribuidoras. Os interessados deveriam apresentar envelopes referentes ao volume 1 (declarações, documentos de representação e garantias de propostas) e 3 (documentos de habilitação), além de 2 vias do volume 2 (proposta econômica) para cada uma das distribuidoras ofertadas. No entanto, não necessariamente os grupos apresentarão propostas válidas pelos três ativos. Eles podem optar por apresentar manifestação de ausência de interesse por alguma das empresas.

A venda das ações das respectivas distribuidoras se dará pelo valor de aproximadamente R$ 45,5 mil cada. A disputa se dará por uma combinação de desconto tarifário e pagamento de outorga. Tecnicamente, a Proposta Econômica deverá apresentar um "Índice Combinado de Deságio na Flexibilização Tarifária e Outorga". Um índice entre 0 e 100 indica a redução da tarifa. Acima de 100, inclui, além do desconto, também o pagamento de uma outorga à União. Vence o leilão quem oferecer o maior índice.

Além de se comprometer com a proposta apresentada, o vencedor de cada disputa se comprometerá com um aumento de capital nas distribuidoras, a ser feito logo após a liquidação do leilão, de R$ 238,8 milhões na Eletroacre, R$ 253,8 milhões na Ceron e R$ 176 milhões na Boa Vista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.