Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

BNDES cria fundo de investimento para o meio ambiente

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou a criação do primeiro Fundo de Investimento em Participações do Brasil voltado exclusivamente para projetos no âmbito do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) previsto no Protocolo de Kyoto. Segundo nota enviada hoje à imprensa, trata-se do Fundo Brasil Sustentabilidade (FBS), com participação da BNDESPAR de R$ 100 milhões, limitada a uma parcela de 40% do valor total do Fundo. O patrimônio comprometido do Fundo ficará entre R$ 250 milhões e R$ 400 milhões. O Fundo tem prazo de duração de oito anos, prorrogável por até dois anos. O período de investimento é de quatro anos, podendo ser estendido por até um ano."Esta iniciativa pioneira no País é mais uma demonstração do compromisso do BNDES com o desenvolvimento de projetos ambientalmente sustentáveis, contribuindo, ao mesmo tempo, para o fortalecimento do mercado de capitais e para maior conscientização dos investidores sobre a importância de preservação do meio ambiente", destaca o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, na nota.O novo Fundo terá como gestor a Latour Capital do Brasil Ltda, empresa de investimentos independente classificada no processo seletivo realizado pelo Comitê de Mercado de Capitais do BNDES. A administração do Fundo ficará a cargo da BEM DTVM Ltda, e a Sustaincapital Ltda, empresa controlada pelo gestor, será responsável pela estruturação técnica (documentos, metodologias etc) dos projetos MDL apoiados pelo FBS.

KELLY LIMA, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2008 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.