Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

BNDES: crise não afetou qualidade da carteira de crédito

Banco destaca que 97% das empresas financiadas pelo banco têm avaliação de risco de crédito entre AA e C

Alberto Komatsu, da Agência Estado,

14 de agosto de 2009 | 14h07

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta sexta-feira, 14, que a crise não afetou a qualidade de sua carteira. Como exemplo, o banco destaca que 97% das empresas financiadas pelo banco têm avaliação de risco de crédito entre AA e C, sendo que entre os bancos privados essa proporção é de 90%. Nos banco públicos, a taxa é de 91,1%.

 

O BNDES registrou índice de inadimplência de 0,18% no primeiro semestre do ano. Por meio de comunicado, a instituição informou que "adota uma postura conservadora no provisionamento para risco de crédito, ainda que a taxa de inadimplência esteja bem abaixo da média do sistema financeiro".

 

O patrimônio líquido do BNDES acumulou R$ 24,7 bilhões em junho, o que corresponde a um patrimônio de referência de R$ 40,1 bilhões, ante R$ 42,5 bilhões em 31 de dezembro de 2008. Segundo o banco, essa redução foi motivada pela distribuição de dividendos complementares. A proporção de financiamentos do BNDES para o setor público foi de 23,2% no primeiro semestre, abaixo do limite imposto pelo Banco Central, de 45%.

 

Os ativos totais do BNDES somaram R$ 309 bilhões no primeiro semestre, o que representou um crescimento de 11,4% na comparação com 2008. O BNDES informou, ainda, que a captação de recursos do Tesouro Nacional, de R$ 44 bilhões, ajudou o banco atender a "forte demanda" por financiamentos este ano.

Tudo o que sabemos sobre:
criseBNDEScarteira de crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.