BNDES defende criação de fundo do petróleo

O presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, defendeu hoje a criação de um fundo intergeracional que acumule as riquezas provenientes da exploração do petróleo. Segundo ele, é uma riqueza nacional de tal escala que não se deve pensar para a atual geração. "É uma riqueza cujas regras de distribuição precisam contribuir para o desenvolvimento de todo o Brasil. É preciso pensar em um mecanismo diferente de apropriação dessa riqueza ao longo do tempo", defendeu. Ele explicou que em alguns países com riquezas minerais como a Noruega esses fundos são criados para investir nas gerações futuras. Segundo ele, em alguns países estes recursos ajudam inclusive na previdência.Para ele, esta é uma discussão nacional muito relevante porque muda qualitativamente a situação do patrimônio nacional. "As regras legais precisam ser pensadas. Não é possível imaginar dilapidar isso de uma maneira pontual e com royalties (compensação financeira devida ao Estado pelas empresas) mal calibrados", afirmou.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

05 de junho de 2008 | 14h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.