Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

BNDES define condição de financiamento a aeroportos

As condições de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para os investimentos a serem feitos pelas futuras concessionárias dos aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília devem ser semelhantes às oferecidas para a privatização do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no rio Grande do Norte. A informação é do superintendente de infraestrutura do banco, Nelson Siffert.

GLAUBER GONÇALVES, Agencia Estado

30 de setembro de 2011 | 19h56

No caso do aeroporto da região metropolitana de Natal, a modalidade foi a de project finance. O prazo total do financiamento foi de 20 anos e prazo de amortização de 16 anos, com spread básico de 0,9%. "A minha expectativa é de que as condições de apoio sejam bem próximas às divulgadas para São Gonçalo do Amarante", declarou. Segundo Siffert, o BNDES deve divulgar as condições de apoio para as próximas concessões junto com os editais.

Ele lembrou que os investimentos em Guarulhos, Campinas e Brasília devem chegar a R$ 3 bilhões até 2015. Na avaliação do executivo, essas três concessões serão mais disputadas do que a do aeroporto do Rio Grande do Norte.

Siffert revelou ainda que o consórcio vencedor do leilão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante já procurou o banco para discutir o financiamento do projeto. Formado pela Engevix e pela argentina Corporación América, o grupo buscou informações sobre as condições do BNDES e pretende entrar com carta-consulta, primeira etapa para obter financiamento.

"Eles estiveram no banco, apresentaram o business plan (plano de negócios). Tivemos uma impressão bastante positiva. Acredito que vão fazer algo bastante interessante em São Gonçalo do Amarante", disse Siffert. O novo aeroporto do Rio Grande do Norte foi o primeiro a ser concedido à iniciativa privada pelo governo federal, em agosto deste ano.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportosconcessãoBNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.