BNDES deve aprovar financiamento de R$ 700 mi à imprensa

O BNDES deve aprovar em breve uma linha R$ 700 milhões para financiar importações de papel para imprensa. A medida foi anunciada pelo presidente do BNDES, Carlos Lessa, no gabinete do líder do governo, Aloizio Mercadante (PT-SP). Segundo Lessa, a linha vai existir enquanto a produção nacional for insuficiente para atender a demanda interna ? hoje o País produz apenas 50% do papel de imprensa que consome. Paralelamente, o banco prepara um programa para fomentar a instalação no País de novas empresas produtoras de papel para jornais e revistas. ?A abertura dessa linha de financiamento de capital de giro em forma de importação de papel será feita excepcionalmente, como foi feito para reestruturar a produção de algodão no Brasil?, disse Lessa. Segundo ele, o financiamento é necessário porque os novos investimentos deverão levar pelo menos dois anos para começar a produzir. O programa de instalação de novas fábricas de papel deverá contar com créditos para investimento e capitalização das empresas, mas não será anunciado de imediato. ?Os estudos ainda estão sendo concluídos, mas, antes de divulgá-los, queremos uma ampla discussão para enfrentar o assunto com transparência diante da sociedade?, disse Mercadante, que tem a intenção de propor o debate do tema no Senado a partir da semana que vem. Lessa explicou que o banco pretende aguardar a realização desse debate para divulgar oficialmente a proposta. ?Sempre considerei este um assunto de competência do alto comando da República.

Agencia Estado,

19 Março 2004 | 19h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.