BNDES diz confiar em entendimento de varejistas

Na avaliação da instituição, associação entre Pão de Açúcar e Carrefour traria benefícios para todos os envolvidos 

Glauber Gonçalves, da Agência Estado,

30 de junho de 2011 | 20h17

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) declarou nesta quinta-feira, 30, em nota que a operação envolvendo Pão de Açúcar, Carrefour e Casino, enquadrada pela instituição, não se trata de uma oferta de caráter hostil e ressaltou que confia em um entendimento entre as partes envolvidas.

Segundo o BNDES, a operação de renda variável, caso aprovada após "rigorosa" análise técnica e financeira, se dará por meio de instrumentos de mercado com expectativa de retorno atrativo para o banco. Na avaliação da instituição, a associação entre Pão de Açúcar e Carrefour trará benefício para todos os envolvidos.

Na nota, o banco reiterou seu compromisso com a "estrita" observância das leis e dos contratos, baseado em "rigorosos" princípios de ética nos negócios e afirmou que "de nenhuma forma compactua com expedientes que os contrariem".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.