BNDES eleva limite de cartão de crédito para empresas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aumentou para R$ 100 mil o limite do Cartão BNDES, instrumento de crédito automático. O valor é o dobro do que vigorava até hoje. Segundo o presidente do banco, Guido Mantega, o objetivo é ampliar o leque de possíveis clientes da linha de crédito, voltada para a compra de máquinas e equipamentos por pequenas empresas e profissionais liberais. O executivo espera que até o fim do ano o número de cartões emitidos passe dos atuais 31 mil para 100 mil. O Cartão BNDES foi lançado em 2003 e funciona como uma espécie de cartão de crédito, com recursos pré-aprovados para a compra de bens em fabricantes cadastrados no BNDES. As encomendas podem ser financiadas em até 24 meses, a uma taxa de juros de 1,44% ao mês. A média de empréstimo obtido pelos clientes deste produto está hoje na casa dos R$ 15 mil. De acordo com Mantega, os usuários do cartão têm hoje um volume de recursos da ordem de R$ 500 milhões, valor que deve triplicar com o aumento do limite aprovado esta semana pela diretoria do banco estatal. Os cartões podem ser adquiridos no site do BNDES, que tem como parceiros na concessão do crédito os bancos Bradesco, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Agencia Estado,

12 Maio 2005 | 17h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.