Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

BNDES enviará lista à CVM para apurar vazamento de informação

O presidente do BNDES Carlos Lessa informou que enviará hoje à Comissão de Valores Mobiliários uma lista dos nomes de todos os que tinham conhecimento, dentro do banco, sobre o acordo realizado entre o BNDES e a multinacional norte-americana AES, para resolver dívida da empresa estrangeira, de em torno de US$ 1,3 bilhão. A lista será enviada para a autarquia analisar se houve vazamento de informação antes do anúncio do acordo, segundo o presidente do banco. Quando questionado se considera que houve vazamento, o executivo respondeu simplesmente que "não suspeita de nada. Não sou pago para suspeitar. Para suspeitar, existe a CVM", afirmou. Lessa informou que a lista que será enviada à CVM tem mais de dez nomes, e envolve pessoas que vão desde dirigentes do banco, até a secretária que digitou o acordo. "E quem encabeça a lista sou eu mesmo, Carlos Lessa", acrescentou. Lessa participou de evento de assinatura de apoio do banco à inovação tecnológica de micro e pequenas empresas, hoje de manhã.

Agencia Estado,

19 de setembro de 2003 | 13h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.