BNDES estima PIB de 7,2% em 2010 e de 4,5% em 2011

Presidente do banco de fomento destaca ainda que os investimentos totais na economia em relação ao PIB devem avançar em 2010 e fechar em 19%, ante 16,7% em 2009

Ricardo Leopoldo, da Agência Estado,

27 de agosto de 2010 | 14h38

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, afirmou que estima uma expansão de 7,2% do Produto Interno Bruto (PIB) para 2010 e de 4,5% em 2011. Segundo ele, o BNDES também prevê aumento da Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) de 21% este ano e de 9% no ano que vem. "É muito importante o atual ritmo de expansão dos investimentos puxando a evolução do País, que deve registrar um crescimento de quase três vezes maior que o PIB neste ano de duas vezes em relação ao PIB no próximo ano", afirmou Coutinho.

Ele também destacou que os investimentos totais na economia em relação ao PIB devem avançar em 2010 e fechar em 19%, ante 16,7% em 2009. O presidente do BNDES ressaltou que com o País crescendo entre 4,5% e 5% nos próximos anos, o volume de investimento pode atingir 22,2% do PIB em 2014. Coutinho participa de evento organizado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef) de São Paulo.

 
Mais conteúdo sobre:
BNDESCoutinhoPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.