Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

BNDES fará plano da nova Infraero

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, informou que o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ficará encarregado de criar um plano de reestruturação da Infraero, estatal que administra os aeroportos do País, para, em uma segunda etapa, abrir o seus capital à iniciativa privada, no limite de 49%.Segundo Jobim, a reestruturação terá de superar as dificuldades para a abertura de capital, como o fato de a Infraero não ter patrimônio - os aeroportos pertencem à União -, além de melhorar a gestão e "enxugar" o quadro de servidores. "Reestruturar a empresa é condição para a abertura de capital. Mas, independentemente da abertura, a reestruturação terá que ser feita para se tornar uma empresa mais eficaz", afirmou Jobim.O ministro reiterou que a abertura de capital continua a ser a opção do governo para melhorar a gestão e descartou a privatização dos aeroportos existentes. Segundo ele, a autorização para concessão à iniciativa privada do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, em construção perto de Natal, é "uma situação interessante" e poderá se repetir com outros que venham a ser construídos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2008 | 09h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.