BNDES financiará ampliação do Porto de Santos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou hoje que concedeu financiamento de R$ 56 milhões para ampliar o Terminal Açucareiro da Copersucar (Cooperativa de Produtores de Cana, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo Ltda) no Porto de Santos, em São Paulo. Segundo o banco estatal, a principal finalidade do terminal é a exportação de açúcar ensacado ou em granel. A expansão aumenta a competitividade brasileira no mercado internacional, na avaliação do BNDES. Segundo comunicado divulgado pelo banco, "o incentivo às exportações é uma das prioridades da nova diretoria do BNDES, que busca o crescimento dos saldos comerciais como forma de diminuir a vulnerabilidade externa do país". De acordo com o banco, a Copersucar é uma das maiores empresa privadas de exportação de açúcar do mundo, com vendas externas que superam mais de 1,6 milhão de toneladas. O financiamento do BNDES servirá para a conclusão da segunda etapa do projeto de modernização do terminal. Os recursos serão utilizados para a demolição de dois antigos armazéns e construção de dois novos silos, com capacidade de 80 mil toneladas e 109 mil toneladas, respectivamente. Também será feito o aprofundamento do berço de atracação, no porto de Santos, passando de 11,4m para 12,7 m, permitindo que navios de maior calado possam ter acesso ao terminal.

Agencia Estado,

09 Julho 2003 | 14h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.