REUTERS/Nacho Doce
REUTERS/Nacho Doce

seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

BNDES inicia estudos para privatizar a Cedae

Objetivo é elaborar um modelo de parceria público-privada para a estatal

Denise Luna, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2018 | 10h55

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou ontem que iniciou no dia 26 de janeiro os estudos para privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), e que o objetivo é elaborar um modelo de parceria público-privada para a estatal. "Os estudos terão a participação, em todas as suas fases, de técnicos da Cedae e do governo do Rio", informou o BNDES em nota.

Os estudos estão sendo conduzidos por um consórcio liderado pelo Banco Fator, com a participação da Concremat Engenharia e Tecnologia e do escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados (VG&P), que receberão R$ 6,7 milhões pelo trabalho, segundo o banco.

O consórcio terá sete meses para apresentar a proposta de venda da empresa, que ainda terá que ser aprovada pelo governo do Rio de Janeiro, que, por sua vez acompanhará todo o processo e terá que aprovar as fases intermediárias do estudo. Na última sexta-feira, a equipe do BNDES fez uma apresentação do processo para o Conselho de Administração da Cedae, que receberá relatórios mensais sobre o andamento dos estudos de modelagem, informou o BNDES.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.