BNDES libera R$ 768 mi para saneamento em MG, RS e ES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou hoje aaprovação de financiamentos para três projetos de saneamento, no total de R$ 768 milhões. O principal financiamento é para a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), no valor de R$ 578,2 milhões. Também foram aprovadas verbas para o município de Caxias do Sul (R$ 104 milhões), no Rio Grande do Sul, e no Espírito Santo, para a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), de R$ 85,7 milhões.Segundo nota do BNDES, a Copasa prevê a criação de 2 mil empregos durante as obras. Atualmente, a empresa conta com 11 mil postos de trabalho e terá 13 mil ao término do projeto. No total, serão 41 projetos, 20 relacionados ao abastecimento de água e 21 ao sistema de esgotamento sanitário.Ainda segundo o BNDES, os empreendimentos, todos incluídos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), vão gerar 3,3 mil empregos, entre diretos e indiretos, durante as obras e atenderão a uma população de 4,8 milhões.Conforme o banco de fomento, de janeiro de 2007 até abril de 2008, o BNDES aprovou 18 financiamentos para projetos de saneamento no valor de R$ 2,6 bilhões e que possibilitaram investimentos totais de R$ 3,8 bilhões. Além disso, analisa outros oito projetos que somam investimentos de R$ 844 milhões e demandarão apoio do banco de R$ 644 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.