BNDES libera recursos para empresa de abastecimento no RJ

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou hoje ter aprovado financiamento de R$ 11,2 milhões à empresa Águas de Niterói, localizada no município fluminense de Niterói. Segundo o banco estatal, a companhia utilizará os recursos para modernizar e ampliar os sistemas de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgotos da região. Os recursos do BNDES representam cerca de 54% do investimento total do projeto, que soma R$ 20,4 milhões. O montante será repassado pelo Unibanco e pelo Banco Alfa. De acordo com a instituição, na parte de saneamento, está prevista a construção de uma estação de tratamento no centro do município, com o objetivo de tratar o esgoto da região central e parte da região norte. Também está sendo planejada a reforma e ampliação das estações de tratamento de Icaraí e Mocanguê, consideradas obras prioritárias para o Programa de Despoluição da Baía de Guanabara. O projeto prevê ainda a automação do sistema, um controle mais eficaz de perdas, economia de energia, controle gerencial sobre manutenção e serviços de atendimento a clientes, com redução considerável dos custos operacionais. A Águas de Niterói é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) constituída em outubro de 1997, para explorar por 30 anos a concessão plena dos serviços de saneamento básico de Niterói. A empresa foi formada por um consórcio que reuniu quatro empresas do setor de construção civil: Queiroz Galvão; Carioca Engenharia; Cowan e Trana; e a Developer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.