BNDES prevê desembolso de R$ 126 bilhões em 2010

"É possível que o nosso desembolso seja um pouquinho menor", avisa presidente do BNDES

ALEXANDRE RODRIGUES, Agencia Estado

29 de dezembro de 2009 | 17h02

O desembolso do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deverá cair cerca de 8% em 2010, em relação ao volume de empréstimos deste ano. Segundo projeção preliminar divulgada hoje, o desembolso em 2010 deve ficar em R$ 126 bilhões. Em 2009, esse volume foi de R$ 137,3 bilhões.

 

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, afirmou que a queda do desembolso no ano que vem vai refletir a saída do banco de operações de capital de giro e de apoio à exportação. O banco atuou nestas áreas apenas para suprir a falta de crédito para empresas em meio à crise. Superado o problema, o banco focará as ações na expansão dos investimentos.

 

"Temos que olhar 2010 com outros olhos. É possível que, quantitativamente, o nosso desembolso seja um pouquinho menor. Mas será investimento na veia. Será um ano qualitativamente diferente do outro e comparar quantitativamente perde um pouco o sentido", afirmou Coutinho. "No ano que vem, vamos dar foco principal ao investimento, deixando um pouco de lado essa atuação extraordinária de apoio ao capital de giro, de apoio à exportação, que o mercado pode preencher", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoBNDESdesembolsoCoutinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.