BNDES prevê que País investirá R$ 1 trilhão até 2010

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, previu hoje que o total de investimentos da economia brasileira atingirá R$ 1,034 trilhão no quadriênio 2007-2010. O montante, de acordo com ele, foi calculado com base em um "painel" que corresponde a 45% do total da Formação Bruta de Capital Fixo do País (FBCF) e que foi responsável por investimentos de R$ 639 bilhões de 2002 a 2005. Para o quadriênio de 2008 a 2011, é esperada uma elevação de 15,26% ao ano em relação ao anterior, com a expectativa de investimentos de R$ 1,191 trilhão. Estes dados foram apresentados pelo presidente do BNDES durante o 12º Encontro Anual da Indústria Química, realizado em São Paulo.Especificamente em relação ao setor industrial, a expectativa é de que haja um avanço de R$ 249,5 bilhões de 2003 a 2006 para R$ 447 bilhões de 2008 a 2011. Neste contexto, de acordo com Coutinho, a indústria petroquímica é a que apresentará maior crescimento ao ano, de 36,8%. Ele acredita que o total investido passará de R$ 5,7 bilhões de 2003 a 2006 para R$ 27,4 bilhões de 2008 a 2011. O setor que mais injetará recursos por meio de investimentos na economia, no entanto, seguirá com petróleo e gás, que aplicou R$ 126,3 bilhões de 2003 a 2006 e que deve alcançar um total de R$ 202,8 bilhões de 2008 a 2011.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.