BNDES quer negociar com Banco Europeu de Investimentos

Instituição, com sede em Luxemburgo possui orçamento de 46 bilhões de euros

Agencia Estado

04 de julho de 2007 | 17h18

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse nesta quarta-feira, 4, em Lisboa que durante sua visita à Europa discutirá uma aproximação com o Banco Europeu de Investimentos (BEI). Trata-se de uma instituição, com sede em Luxemburgo, cujo orçamento é de 46 bilhões de euros, aproximadamente seis vezes maior do que a verba disponível pelo Banco Mundial."Inexplicavelmente nós temos uma relação muito modesta com esse banco", disse Coutinho. Ele explicou que está em discussão uma linha de financiamento do BEI para o BNDES, para financiar projetos relacionados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)."O BNDES tem orçamento de R$ 60 bilhões, mas acreditamos que em 2008, com o PAC, que contém investimentos intensivos em capital, a necessidade de ´funding´ aumentará", comentou. Ele explicou que o valor da cooperação e a forma exata como isso se dará ainda estão em discussão.O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, comentou, também em Lisboa, onde acompanha o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Luciano Coutinho no encontro Brasil-União Européia, que o BNDES trabalha na reformulação das linhas de apoio à internacionalização das empresas brasileiras. Sem entrar em detalhes, ele informou apenas que essas linhas terão de ser competitivas com as que estão disponíveis no mercado internacional.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.