BNDES: redução de juros busca aumentar investimentos

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, detalhou hoje as medidas de redução de juros para empréstimos, anunciadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, o grande desafio é aumentar os investimentos e fazer com que as empresas se antecipem e se preparem para o crescimento econômico em 2010. Coutinho disse que os juros para a linha de financiamento para pesquisa e desenvolvimento serão reduzidos de 4,5% para 3,5% ao ano. Segundo ele, isso é uma conclamação para que os empresários olhem para a inovação.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

29 de junho de 2009 | 13h55

O presidente do BNDES anunciou uma redução em 32% da taxa de juros cobrada para aquisição de ônibus e caminhões. Segundo ele, essas linhas são para empresas transportadoras e para empresas em geral. Coutinho disse que, no caso das linhas de exportação, haverá uma redução da taxa Libor (taxa de juros no mercado interbancário de Londres) mais 5% para taxa Libor mais 3% ao ano para pós-embarque de bens de capital (máquinas e equipamentos), enquanto, para as linhas de pré-embarque de bens de capital, os juros cairão de 12% para 4,5% ao ano.

Ele anunciou ainda uma redução de juros para caminhoneiros e a ampliação dos prazos. Segundo ele, hoje só podem ser financiadas as compras de caminhões com até oito anos de uso. A partir de agora, poderão ser financiados caminhões com até 15 anos de uso. Os juros foram reduzidos de 13,25% para 4,5% ao ano e o prazo de financiamento foi ampliado de 84 meses para 96 meses.

Coutinho disse que o cartão BNDES também poderá ser usado para financiamento à inovação, assessoria tecnológica e consultoria para eficiência energética. Segundo ele, essas medidas são importantes para essa travessia que o setor de bens de capital precisa fazer neste momento.

Tudo o que sabemos sobre:
jurosBNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.