finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BNDES renova Prosoft com orçamento de R$ 1 bilhão

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou hoje em comunicado a renovação do programa Prosoft, que agora terá prazo de vigência até 31 de julho de 2012, e dotação orçamentária de R$ 1 bilhão. O banco informou que o programa expirou em 31 de julho deste ano.A instituição também mudou o nome do programa, que mantém a mesma sigla, mas cuja nova denominação passa a ser Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação, em substituição à antiga, Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços Correlatos. Na análise do banco, a nova denominação reflete estratégia de amplo apoio ao setor, compreendendo não apenas empresas de software produto, mas todos os segmentos de serviços de tecnologia da informação.SubprogramasEntre as principais alterações nas características do programa, estão modificações para os seus subprogramas componentes. É o caso do Prosoft-Empresa, que antes era operacionalizado apenas de forma direta pelo banco, e passa agora ser operado na modalidade indireta não-automática, via rede de agentes financeiros do banco, com projetos de até R$ 10 milhões podendo ser financiados sem obrigação de garantias reais. Esse benefício era limitado a projetos de até R$ 6 milhões.No caso do Prosoft-Comercialização, que abrange financiamento da comercialização de produtos de software e serviços a eles correlatos, o percentual de serviços correlatos incluído no financiamento foi ampliado de 100% para até 150% do valor da licença do produto de software financiado. Além disso, o prazo total do financiamento foi ampliado de até 36 meses para até 42 meses, com período de carência elevado de até 12 meses para até 18 meses.Já no caso do Prosoft-Exportação, o banco criou novas regras que ampliam o acesso sobretudo das pequenas e médias empresas exportadoras. De acordo com comunicado do banco, até julho deste ano, a carteira do Prosoft somava 155 operações, envolvendo financiamentos de cerca de R$ 832 milhões, sendo R$ 580 milhões em operações do Prosoft-Empresa; R$ 34 milhões do Prosoft-Comercialização; e R$ 218 milhões do Prosoft-Exportação.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

22 de agosto de 2007 | 12h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.