carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

BNDES tem R$ 8,8 bilhões para inovação, diz Coutinho

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, disse nesta quinta-feira, 25, durante inauguração do Centro de Distribuição Tecnológica da Indústria Romi, na cidade de Santa Bárbara do Oeste, que a carteira do banco de fomento para investimentos em inovação tecnológica por meio do programa Inova Empresa está, atualmente, em R$ 8,890 bilhões. Segundo ele, o valor de projetos em análise está em R$ 13,862 bilhões.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agencia Estado

25 de abril de 2014 | 12h57

Para Coutinho, o valor de projetos em análise representa o começo da revista da indústria brasileira ao processo de inovação tecnológica. Neste aspecto, segundo o presidente do BNDES, é importante a ação do banco no sentido de financiar as empresas com juros adequados com o prazo de produção.

Após ressaltar a necessidade de a indústria fornecedora de máquinas e equipamentos e as empresa usuárias de investirem em inovação como forma de enfrentar a concorrência externa e elevar a produtividade, Coutinho destacou a disposição do banco em continuar parceiro das empresa nesse processo.

Mão-de-obra

Ainda em seu discurso, o presidente do BNDES disse que um crescimento de 2% da economia é mais que suficiente para absorver a expansão da mão de obra no País.

Há vinte anos, para empregar toda a mão de obra disponível, era preciso que o PIB crescesse mais de 5%. "Para que não tirem conclusões precipitadas, não estou dizendo que devemos crescer só 2%", disse Coutinho ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. Segundo ele, é preciso que o País continue crescendo a taxas maiores.

Ele ressaltou, no entanto, que com a redução demográfica observada nos últimos anos, o número de pessoas que chegam ao mercado de trabalho para disputar uma vaga é menor. Isso impede um aumento da taxa de desemprego, mas ao mesmo tempo gera maior pressão sobre os salários, o que torna imperativo para as empresas investirem em inovação tecnológica, treinamento e adensamento escolar de seus funcionários.

Coutinho disse que segue agora à capital paulista, onde, segundo ele, participará da reunião do Conselho da Petrobrás.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDESCoutinhoSanta Bárbara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.