BNDES usa Internet para financiamento de máquina e equipamento

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está iniciando a concessão de empréstimos por meio da Internet e aposta que esse canal tende a assumir participação cada vez maior nas suas operações. Segundo o chefe do departamento de Inovações Operacionais do banco, Milton Cesar Teixeira Dias, o "cartão de crédito" que o banco lançou em parceria com os bancos é o primeiro passo nesse sentido. Hoje o BNDES assinou contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) e já tem acordos semelhantes com o Bradesco e com o Banco do Brasil. O presidente do banco, Carlos Lessa, disse que o BNDES está alocando R$ 300 milhões para essa operação no orçamento deste ano. "Mas se os agentes forem além disso, estamos dispostos a ampliar a liberação de recursos", complementou. O presidente da CEF, Jorge Mattoso, estima que a instituição conseguirá movimentar R$ 100 milhões através desse cartão, nos próximos 12 meses. Sem burocracia e custos menores Embora tenha o nome de "cartão", Lessa observou que a operação não se equipara ao cartão tradicional, utilizado por pessoas físicas. "É uma operação que será realizada através do portal do BNDES, sem burocracia e custos menores", explicou. Inicialmente o banco só vai financiar a compra de máquinas e equipamentos de pequeno porte até R$ 50 mil, mas Lessa não descarta a possibilidade de ampliar o instrumento para equipamentos de maior porte, inclusive os repasses hoje realizados pela Finame.

Agencia Estado,

02 Julho 2003 | 14h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.