Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

BNDES vai captar US$ 500 milhões com banco do Brics para projetos sustentáveis

O banco de fomento terá de financiar pelo menos cinco propostas em setores como mobilidade urbana, resíduos sólidos e energia renovável

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2021 | 11h10

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) confirmou nesta segunda-feira, 4, que vai captar US$ 500 milhões com o Novo Banco de Desenvolvimento (NDB, na sigla em inglês), organismo multilateral criado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, no âmbito do grupo político chamado de Brics.

Segundo o BNDES, a captação será destinada para o financiamento de “projetos nos setores de mobilidade urbana sustentável, resíduos sólidos, energias renováveis, equipamentos eficientes, cidades sustentáveis, mudança do clima, florestas nativas e gestão e serviços destinados à redução de emissão de gases de efeito estufa”, todos associados às mudanças do clima.

O financiamento do NDB ao BNDES terá prazo de 11 anos e 6 meses. O banco brasileiro poderá usar os recursos para emprestar ao longo de quatro anos.

Pelas regras da captação, o BNDES terá que financiar ao menos cinco projetos com os recursos. Nenhum dos empréstimos poderá ultrapassar, individualmente, mais de 20% do valor total captado - ou seja, US$ 100 milhões para cada operação. Além disso, 30% dos recursos captados poderão ser utilizados pelo BNDES para financiamento de debêntures de projetos em setores específicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.