Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Juros

E-Investidor: Esperado, novo corte da Selic deve acelerar troca da renda fixa por variável

BNDES vai lançar linha de financiamento para caminhoneiros

Medida faz parte das ações do governo para evitar nova greve; banco não divulgou detalhes, mas disse que não haverá subsídio

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2019 | 10h02

BRASÍLIA - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai lançar uma linha de financiamento para o segmento de transporte de carga. A medida faz parte de uma série de ações que o governo está tomando para evitar uma nova greve dos caminhoneiros.

A nova linha foi discutida na segunda-feira, 15, no Palácio do Planalto com o presidente do BNDES, Joaquim Levy. O BNDES informou ao Estadão/Broadcast que a linha está sendo desenhada em parceria e coordenação do Ministério da Economia.

Os detalhes ainda estão em discussão, mas o BNDES garantiu que não haverá subsídio. Segundo o banco de desenvolvimento, as condições serão compatíveis com a receita dos caminhoneiros e adequadas à capacidade dos bancos que vão distribuir na ponta o financiamento do banco.

O foco é dar mecanismo para os caminhoneiros preservarem o ativo que compraram com o financiamento feito lá atrás. O banco destaca que um caminhão bem tratado dura muitos anos e é amortizado com ganho para o caminhoneiro e segurança para o emprestador e os que estão nas estradas.

O BNDES informou que está focando nos instrumentos de que já dispõe para dar uma resposta efetiva e transparente a uma situação real de preservação de investimento feito com "sacrifício" dos caminhoneiros.

O banco diz que é um "órgão de Estado e implementador de políticas públicas" e, por isso, responde de forma técnica às necessidades da sociedade e objetivos do governo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.