Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

BNDES vai lançar linha de financiamento para caminhoneiros

Medida faz parte das ações do governo para evitar nova greve; banco não divulgou detalhes, mas disse que não haverá subsídio

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2019 | 10h02

BRASÍLIA - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai lançar uma linha de financiamento para o segmento de transporte de carga. A medida faz parte de uma série de ações que o governo está tomando para evitar uma nova greve dos caminhoneiros.

A nova linha foi discutida na segunda-feira, 15, no Palácio do Planalto com o presidente do BNDES, Joaquim Levy. O BNDES informou ao Estadão/Broadcast que a linha está sendo desenhada em parceria e coordenação do Ministério da Economia.

Os detalhes ainda estão em discussão, mas o BNDES garantiu que não haverá subsídio. Segundo o banco de desenvolvimento, as condições serão compatíveis com a receita dos caminhoneiros e adequadas à capacidade dos bancos que vão distribuir na ponta o financiamento do banco.

O foco é dar mecanismo para os caminhoneiros preservarem o ativo que compraram com o financiamento feito lá atrás. O banco destaca que um caminhão bem tratado dura muitos anos e é amortizado com ganho para o caminhoneiro e segurança para o emprestador e os que estão nas estradas.

O BNDES informou que está focando nos instrumentos de que já dispõe para dar uma resposta efetiva e transparente a uma situação real de preservação de investimento feito com "sacrifício" dos caminhoneiros.

O banco diz que é um "órgão de Estado e implementador de políticas públicas" e, por isso, responde de forma técnica às necessidades da sociedade e objetivos do governo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.