carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

BNDES venderá ações da Celpe

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai vender ações da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). Os papéis pertenciam à Codevas (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco), entidade do governo federal. A venda de participações de empresas estatais em companhias privatizadas faz parte do decreto 1.068 do edital de privatizações em andamento no BNDES.O banco ficou responsável pela venda dessas ações por ser o gestor do Fundo Nacional de Desestatizações. No total devem ser colocadas 240 milhões de ações ordinárias da distribuidora à venda, que representam 0,33% do capital acionário da empresa. O preço mínimo para compra é de R$ 9,85 por lote de mil ações. A operação, que será dividida em dois blocos, vai levar um mês, sendo encerrada no dia 18 de dezembro.Desde fevereiro de 2000, a Celpe é administrada pelo Consórcio Guaraniana, formado pela Iberdrola Energia, Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) e BB Banco de Investimentos SA . O grupo adquiriu 79,62% do capital social da empresa e 89,60% do capital ordinário, que ficaram divididos da seguinte forma: 60,95% para a Iberdrola; 17,92% com a Previ e 10,75% para o BB Invest.

Agencia Estado,

20 de novembro de 2002 | 10h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.