BNDESPar comprará R$ 150 mi em ações da Santelisa

A BNDES Participações (BNDESPar, holding de propriedade do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) informou hoje que irá entrar no capital da Santelisa Vale com a compra de R$ 150 milhões em ações da companhia. O investimento vai permitir tirar do papel os planos de expansão da empresa, que prevê a construção de seis novas usinas de processamento de açúcar e álcool em Minas Gerais e Goiás. Além da BNDESPar, também são sócios controladores da Santelisa o banco Goldman Sachs e as famílias Biagi e Junqueira.A operação faz parte do processo de reestruturação da companhia, resultado da fusão entre os grupos Santa Elisa e Vale do Rosário. O projeto prevê aumentar a capacidade de esmagamento da Santelisa dos atuais 19 milhões de toneladas para 35 milhões de toneladas de cana na safra 2011/2012, e vai gerar 7 mil empregos diretos, que serão somados aos 14 mil já existentes.Os investimentos também contemplam expansão da geração de energia elétrica a partir do bagaço de cana. Os novos projetos, em uma primeira fase, vão gerar 870 mil megawatts-hora/ano e atingirão, na etapa seguinte, 1,57 milhão MWh/ano. Hoje, as usinas geram 417 mil MWh/ano, quantidade capaz de suprir o consumo de energia de uma cidade de 1 milhão de habitantes.Com a fusão, todos os ativos dos grupos Vale do Rosário e Santa Elisa relativos ao setor sucroalcooleiro foram centralizados na Santelisa Vale, que passou a ser a holding não-operacional do grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.