finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BNP congela US$2,2 bi em fundos por crise no setor de crédito

O maior banco da França listado em bolsa,o BNP Paribas, congelou 1,6 bilhão de euros (2,2 bilhões dedólares) em fundos nesta quinta-feira, citando problemas nomercado hipotecário de risco norte-americano. A notícia afetou o humor de investidores, num momento emque o banco central alemão discute um pacote para salvar oconcessor de empréstimos IKB, também atingido pela crise dosetor de crédito. O BNP Paribas, segundo maior banco da zona do euro,informou que a crise no chamado mercado "subprime" o impede decalcular o valor de alguns ativos e suspendeu os resgates porinvestidores."A completa evaporação da liquidez em certos segmentos domercado de securitização dos EUA tornou impossível avaliar deforma justa alguns ativos", justificou o banco em comunicado. "Para proteger os interesses de nossos investidores egarantir um tratamento igualitário durante esse períodoexcepcional, o BNP Paribas Investment Partners decidiususpender temporariamente o cálculo no valor líquido dos ativosassim como suspender os resgates." Segundo o banco, três fundos perderam rapidamente valor nasúltimas semanas. A decisão afeta os fundos Parvest Dynamic ABS,BNP Paribas ABS Euribor e BNP Paribas ABS Eonia.

SUDI, REUTERS

09 de agosto de 2007 | 10h00

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSCREDITOBNPCONGELA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.