Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

BNY Mellon sai de lucro para prejuízo de US$ 2,46 bi no 3º tri

Banco foi prejudicado por perdas de US$ 4,8 bilhões no segmento de gestão de ativos e de consultoria

Marcílio Souza, da Agência Estado,

20 de outubro de 2009 | 11h30

O Bank of New York Mellon obteve prejuízo de US$ 2,46 bilhões (US$ 2,05 por ação) no terceiro trimestre deste ano, saindo do lucro de US$ 303 milhões (US$ 0,26 por ação) registrado em igual período do ano passado. O grupo foi prejudicado por perdas de US$ 4,8 bilhões no segmento de gestão de ativos e de consultoria.

 

Veja também:

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise 

 

O volume de ativos sob gerenciamento caiu 9,5% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, para US$ 966 bilhões. Embora tenha conseguido manter-se lucrativo no ano passado, o banco tem enfrentado dificuldade nos últimos trimestres por causa de baixas contábeis em investimentos e perdas com valores mobiliários.

 

Seu índice de capital Tier 1, uma medida da solidez financeira, aumentou de 9,3% no terceiro trimestre do ano passado para 11,3% em igual período deste ano, mas foi inferior ao de 12,5% do segundo trimestre. A provisão para perdas com crédito praticamente quadruplicou na comparação anual, para US$ 147 milhões, mais do que o dobro do volume registrado no segundo trimestre.

 

Em junho, o banco pagou o empréstimo de US$ 3 bilhões que recebeu do Programa de Alívio de Ativos Problemáticos e em agosto resgatou as garantias que o governo dos EUA tinha para a compra de mais ações do banco. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
BNY Mellonbalançotrimestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.