Epitácio Pessoa|Estadão
Epitácio Pessoa|Estadão

Boa Vista SCPC estende duração de feirões de renegociação de dívidas

Mutirões começam a partir do dia 23 de novembro e vão durar nove dias, contra três no ano passado

Márcia de Chiara, O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2016 | 19h37

De olho da primeira parcela do 13º salário, que deve ser paga até o dia 30 de novembro, a Boa Vista SCPC inicia a partir do dia 23 de novembro cinco mutirões de renegociação de dívidas. Um será na capital paulista e quatro em cidades do interior do Estado de São Paulo.

Por conta do grande número de inadimplentes, perto de 60 milhões de brasileiros ou mais da metade da População Economicamente Ativa (PEA), os mutirões de renegociação de dívidas deste ano vão durar mais tempo.  Em 2015 foram três dias e em 2016 serão nove dias, informa a Boa Vista SCPC. Nas contas da empresa, a inadimplência na capital paulistas acumula alta de 2,6% entre janeiro e setembro, enquanto no País como um todo o avanço foi de 0,4% no mesmo período.

Flávio Calife, economista da Boa Vista SCPC, não considera que haja um grande descolamento entre o indicador de inadimplência da capital com o do restante do País. Ele ressalta que, por conta da queda no consumo, o calote está perdendo fôlego. De toda forma, o fato de São Paulo ter uma forte presença do setor de serviços, a cidade sente mais de perto o impacto da crise.

Volta ao centro. Para facilitar o acesso ao público de várias regiões da cidade, mutirão da cidade São Paulo deste ano será no centro da capital paulista. Marcado para o período de 25 de novembro e 3 de dezembro, o feirão ocorre no  estacionamento do shopping Light. Por enquanto participarão do mutirão de São Paulo 14 empresas, das quais estão cinco instituições financeiras, duas grandes varejistas, quatro operadoras de telefonia e três empresas prestadoras de serviços.

Em São José dos Campos (SP), o mutirão será entre 23 a 26 de novembro; em Indaiatuba (SP) entre 24 a 26 de novembro; Campinas (SP) de 28 de novembro a 10 de dezembro; e em São José do Rio Preto (SP) de 1 a 14 de novembro. A expectativa da Boa Vista SCPC é que, em todo os mutirões, sejam fechadas perto de 30 mil renegociações. No sexto ano de feirões de renegociação de dívidas, os inadimplentes vão receber um guia que orienta como economizar em época de crise.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.