Stefanos Rapanis/Reuters
Stefanos Rapanis/Reuters

Rumor faz aposentados correrem para agências bancárias na Grécia

Apesar do feriado bancário, aposentados correram para os bancos com a expectativa de brechas para pagamento de pensões

Agências internacionais

29 de junho de 2015 | 10h13

Aposentados correram para as portas dos bancos na Grécia nesta segunda-feira, 29, com a expectativa de receber o benefício mesmo após o país ter decretado feriado bancário. 

Entre os idosos que se amontoavam em frente às agências bancárias, circulavam rumores de que haveria brechas para o pagamentos de pensões. Segundo um fotógrafo da Reuters, isso não se confirmou.

"Eu trabalhei a minha vida inteira só para acordar um dia e ver um desastre como esse", disse um comerciante, que estava em frente a uma agência do Banco Nacional da Grécia para receber a aposentadoria de sua mulher. Muitos aposentados na Grécia não têm cartões bancários e precisam fazer saques nos caixas, por isso muitas pessoas estão completamente sem dinheiro.

Apesar do caos bancário, parte da vida diária dos gregos continua normal, com lojas, farmácias e supermercados abertos. Gregos se encontram em cafés e restaurantes para discutir o futuro do país, enquanto turistas se reúnem normalmente do lado de fora do Parlamento para ver a troca da guarda presidencial.

Sem acordo, a Europa congelou os recursos para a Grécia e obrigou Atenas a fechar seus bancos e bolsas por um tempo indeterminado e a impor um controle de capital para evitar um colapso de sua economia.

Não há previsão sobre a reabertura dos bancos. O primeiro-ministro grego, Alexis Tspiras, porém, apelou à população por “calma”, enquanto milhares de pessoas faziam filas em caixas eletrônicos pelo país. Segundo ele, os depósitos estão garantidos. 

O governo estabeleceu limites de transferências bancárias e saques em caixas - que ficarão restritos a € 60 por pessoa -, além de dezenas de outras medidas. Cobrar cheques também estaria limitado. Por Atenas, policiais foram enviados a diferentes pontos da cidade e principalmente perto de caixas eletrônicas para evitar violência. Muitas pessoas já relatam não encontrar nem a cota diária nos caixas eletrônicos do país. 

Bancos gregos amanheceram fechados. Assista:

Fundo de pensão. O fundo de pensão grego IKA informou que não será capaz de pagar as pensões amanhã, devido a problemas causados pelo controle de capital e fechamento dos bancos, medidas implementadas hoje pelo governo do país.

Em comunicado, o fundo disse que vai avisar os pensionistas que trabalharam na empresa de telecomunicações grega OTE sobre quando eles poderão receber seus benefício futuramente.

O atraso deve afetar cerca de 57 mil pessoas, de acordo com dados do Ministério do Trabalho do país.

Tudo o que sabemos sobre:
economiaGréciacaloteaposentados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.