Boeing reduz previsão de demanda global

A Boeing reduziu as previsões de demanda por novos aviões, na esteira da queda na indústria, e disse que no momento está focada na entrega dos pedidos que já recebeu. A empresa estima que 29 mil novos aviões sejam encomendados em todo o mundo nos próximos 20 anos. Um ano atrás, a previsão era de 29,4 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.