Boeing: tráfego aéreo deve crescer 5% ao ano até 2026

O tráfego aéreo mundial deverá crescer 5% ao ano até 2026, com alta de 4,5% no número de passageiros que utilizam hoje o sistema e de 6,1% no volume de carga transportada, segundo estimativas da fabricante de aviões americana Boeing. As previsões incluem ainda um crescimento anual da ordem de 3,1% na economia mundial.De acordo com o vice-presidente mundial de mercado e estratégia da empresa, Randy J. Tinseth, apesar das incertezas sobre os rumos da economia americana, o cenário de longo prazo está garantido. "Claro que não sabemos ainda como outras economias serão contaminadas pela crise dos Estados Unidos, mas acreditamos que o forte crescimento em mercados como China, Índia e Brasil contribuirá para equilibrar o mercado", avalia.A previsão da Boeing é de que as companhias aéreas de todo o mundo precisarão de 28,6 mil novos aviões entre 2006 e 2026, um mercado avaliado em US$ 2,8 trilhões - os números incluem desde jatos regionais com 96 assentos ou menos até aeronaves de mais de 400 assentos. A maior demanda (62%) deverá se concentrar em aeronaves de 100 a 200 assentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.