BofA sai de programa de garantia de ativos de US$ 118 bi

O Bank of America irá encerrar seu programa de 118 bilhões de dólares de garantia de ativos com o governo, pagando uma taxa de 425 milhões de dólares, informou o banco nesta segunda-feira. Sua participação no programa governamental foi de nove messes.

REUTERS

21 de setembro de 2009 | 19h54

A participação do banco, que nunca chegou a ser formalizada, foi delineada em acordo em janeiro de 2009, logo após a compra do Merrill Lynch & Co pelo banco.

O Bank of America inicialmente concordou em participar do programa, que incluía a limitação de possíveis perdas entre os 118 bilhões de dólares de ativos conjuntos das duas empresas.

Mas o banco voltou atrás alguns meses depois, e passou a negociar sua saída do acordo.

Inicialmente, o Bank of America buscava sair do programa de garantia de ativos sem pagar a taxa, mas o Wall Street Journal informou nesta segunda-feira que as discussões estavam próximas de um acordo, com o banco desistindo da briga para não pagar.

O Bank of America disse ainda que a agência federal de garantia de depósitos bancários, Federal Deposit Insurance Corp, aprovou sua saída do Programa de Garantia Temporária de Liquidez, medida de garantia de dívida da reguladora.

(Reportagem de Joe Rauch)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBOFAGARANTIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.