finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BoJ: Mantém política monetária inalterada

O Banco do Japão (BoJ, o banco central do país) decidiu por unanimidade manter inalterada a meta da política monetária e repetiu que a economia continua no caminho para uma recuperação gradual apesar das incertezas sobre o crescimento dos outros países.

Agencia Estado

21 de novembro de 2013 | 03h19

"O Banco do Japão vai conduzir operações no mercado de moedas para impulsionar a base monetária a um ritmo anual de 60 a 70 trilhões de ienes", informou a instituição. O BoJ acrescentou que a sua compra de ativos financeiros vai continuar operando como foi decidido em abril.

O banco central vai continuar aumentando sua cota de títulos do governo japonês a um ritmo de 50 trilhões de ienes anuais. O vencimento médio dos títulos comprados pelo banco vai continuar sendo de cerca de sete anos.

O BoJ manteve sua avaliação de que a economia japonesa "tem se recuperado moderadamente" e "deve continuar a se recuperar de forma moderada".

O banco central destacou que as "economias estrangeiras como um todo estão melhorando moderadamente, embora ainda não vejamos uma performance brilhante". No mês passado, a instituição havia dito que as economias estavam "gradualmente se dirigindo a uma recuperação".

A análise do banco sobre os componentes principais da economia permaneceu mais ou menos inalterada: exportações em geral tem se recuperado, a produção industrial tem crescido moderadamente, investimentos têm melhorado, e o consumo privado continua resistente.

O BoJ espera que a taxa de crescimento anual do índice de preços ao consumidos "cresça gradualmente" na direção de uma inflação estável em torno de 2%. Atualmente, a inflação do Japão está abaixo de 1%.

"Sobre riscos, ainda há um alto nível de incertezas para a economia japonesa, inclusive nas projeções para o problema da dívida europeia, o desenvolvimento das economias emergentes e exportadoras de commodities, e o ritmo de recuperação dos EUA", afirmou o banco central. Fonte: Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
BoJPolítica Monetária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.