Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Bolas asiáticas abrem pregão em baixa

Animação com pacote americano para ativos tóxicos diminui; Nikkei, de Tóquio, caía 0,58%

Agências internacionais,

25 de março de 2009 | 01h45

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta quarta-feira, 24, em baixa, após os ganhos registrados na jornada anterior com o pacote americano para tirar cerca de US$ 1 trilhão em ativos tóxicos dos balanços dos bancos.

 

Veja também:

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 0,58%, para 8.439,16 pontos. Por sua vez, o indicador Topix perdia 0,20%, para 811,10 pontos.

 

O dólar abriu estável no mercado de divisas de Tóquio, cotado a 98,30 ienes, contra os 98,28 da jornada anterior. O euro era negociado a 132,50 ienes e a US$ 1,3477, frente às cotações de 133,71 ienes e de US$ 1,3603 do último fechamento.

 

O indicador Kospi, do mercado sul-coreano, caía 5,41 pontos (0,44%) para se situar em 1.216,29 pontos. O índice de valores tecnológicos Kosdaq ganhava 1,79 pontos (0,43%) até 414,18.

 

O índice Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, perdia 155,57 pontos (1,12%), a 13.754,77. Em Cingapura, o índice Straits Times baixava 13,48 pontos (0,79%), aos 1.692,86.

 

O índice seletivo KLCI, da bolsa de Kuala Lumpur, caía 5,08 pontos (0,58%), aos 872,84. O índice SET, da bolsa de Bangcoc, estava em 437,83 pontos, após ter queda de 0,33 (0,07%). Em Jacarta, a queda do indicador composto JKSE era de 0,76 ponto (0,05%), aos 1.435,36.

 

O índice Psei, da bolsa de Manila, foi o único que abriu em alta. Ele ganhava 6,68 pontos (0,35%), aos 1.924,37.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.